Mais conectados. Mais conteúdo. Muito mais Nova Veneza.

Casamento x Separação

O casamento é a união que envolve duas pessoas por laços de afinidade e amor, e que se casam a fim de constituir uma família e assim, viverem juntos para o resto da vida, convivendo em harmonia com os filhos que futuramente virão.

O casamento

Retirado do site: midiamax.com.br

Antigamente os casamentos eram mais duradouros. Os pais eram muito mais rígidos na educação dos filhos e, caso a mulher engravidasse enquanto namorava era obrigada a se casar, pois o desejo da família era ver os filhos casados, até mesmo por uma questão de honra e essa união tornava-se mais duradoura, vez que era preferível um casal infeliz a vê-los separados. 

Hoje em dia, os casamentos muitas vezes chegam ao fim por falta de uma união saudável, onde aparecem alguns fatores como ciúmes exagerado querendo um tomar posse do outro, a infidelidade com o casamento, relação sem tempero, sem afinidade, sem intimidade, e assim acaba por se tornar uma relação morna, caindo em uma rotina que faz chegar á um ponto em que a convivência de ambos passa a ser extremamente penosa.

Todo casamento é eterno enquanto dura, porém quando o limite da união chega ao fim eis que surge a separação e com ela todo um abalo emocional vivenciado pelo casal e os filhos.

Os casais que se separam passam por um processo doloroso e demorado que envolve, principalmente, os seus lados emocionais. Importante destacar que, quando o casal que busca a separação possui filhos menores de idade, esse processo de separação se torna ainda mais doloroso, principalmente quando existe a disputa pela guarda dos filhos, causando neles sérios abalos emocionais sendo que, na maioria das vezes, não possuem culpa nenhuma pela separação dos pais, mas são obrigados a suportarem.

Quando se separam é comum alguns sentimentos como de depressão, queda de auto-estima, insegurança, medo do futuro, agressividade, desesperança com a vida, solidão, tendência ao isolamento, arrependimento depois de ter tomado a decisão, raiva e desejo de vingança, prejudicando o relacionamento com os filhos.

Com o fim do casamento é inevitável evitar o sofrimento dos filhos que, muitas vezes acabam por cair em vícios como o uso de drogas, principalmente quando adolescentes, ou se tornarem pessoas isoladas, com baixa auto-estima. Mesmo separados, os pais precisam estar sempre presentes na vida dos seus filhos, pois estes frequentemente se tornam objetos de chantagem e negociação e isto deve ser evitado, pois, o processo de separação, onde envolve a disputa pela guarda do mesmo, deve ser realizado com o máximo de cuidado para não expor os filhos a situações que possam ferir seus sentimentos.

Desentendimentos da separação na presença do filho

 

Retirado do site: novotempo.com

Para os pais é importante que entendam o quanto os filhos precisam de um contato válido com ambos, pois filhos são filhos, que surgiram de uma união, e pais nunca deixarão de ser pais, pois não existem ex-pais ou ex-filhos.

Em muitos casos a separação necessita de acompanhamento de Psicólogo e Advogado para juntos propor soluções de melhoria aos acordos legais, emotivos, financeiros, sociais e parentais durante o período de transição.

Por esse motivo que o casamento não pode se realizar por impulso e nem por pressão; deve acontecer por livre e espontânea vontade e algumas pessoas esquecem isso ás vezes e, acaba ocasionando no final em uma separação, pois quando forçado, um dia vem á tona e acaba virando para a própria pessoa, que acabará sofrendo por este motivo.

Ideais devem ser pensados também antes de se casar, como o que farão no futuro, quais os planos e sonhos, pois o casamento necessita de atração mútua, sintonia, gostos semelhantes, diálogo, falar o que pensam, e não reprimir e nem guardar nada.

Mas se apesar de todas as tentativas não adiantarem e necessita mesmo de uma separação, o importante é lembrar que é o casal que está se separando e que os filhos não têm nada a ver com isso, embora sofram também.

Todas as experiências surgem para mostrar um novo caminho, quem sabe uma nova vida e, se o casamento acabou por algum motivo, então o que resta é seguir em frente, de cabeça erguida e com os pés no chão, á fins de poder relacionar-se novamente seja com outros parceiros ou amigos, afinal a vida é um livro que todos os dias nos ensina novos olhares e horizontes e cabe á nós, seres humanos, desfrutar-mos e valorizar-mos cada segundo, cada momento como se fosse o último.

 

Agenda cultural