Mais conectados. Mais conteúdo. Muito mais Nova Veneza.

A Nigéria prestes a ser declarada livre da pólio

Há quase um ano que a Nigéria não registra nenhum caso de pólio.

Este é o maior período sem ocorrência da doença no país, com o último caso reportado em 24 de julho de 2014 no estado de Kano. Antes considerada o portão de entrada do poliovírus para a África, a Nigéria hoje está pavimentando o caminho para livrar o continente da poliomielite.

Mas ainda é cedo demais para comemorarmos a vitória, pois este marco é apenas um passo na reta final para eliminar a pólio. Se a poliomielite não for eliminada em todos os lugares, ela poderá voltar a infectar não apenas a Nigéria, mas também o resto da África. Em 2006, há menos de uma década, 1.000 pessoas na Nigéria ficaram paralisadas por causa da doença.

Para que a região africana, incluindo a Nigéria, seja certificada como livre da pólio, não pode haver nenhum caso de pólio durante um período de dois anos. Este resultado só poderá ser alcançado se todas as crianças da África – inclusive aquelas em regiões remotas e de difícil acesso — continuarem recebendo a vacina antipólio.

“A meta é estabelecer uma infraestrutura de vacinação rotineira que aumente e mantenha o nível de imunidade coletiva” [quando pessoas não imunes ficam protegidas contra a doença depois que uma grande porcentagem da população é vacinada], diz Tunji Funsho, presidente da Comissão Pólio Plus da Nigéria. Isto permitirá que as crianças “continuem sendo vacinadas conforme programado e fiquem protegidas contra o vírus mesmo após o fim dos IPDs [dias de vacinação e suplementação de vitaminas].”

Depois que todos os dados de vigilância forem processados, a Organização Mundial da Saúde (OMS) poderá retirar a Nigéria da lista de países endêmicos da pólio em setembro. Se isto acontecer, apenas dois países continuarão endêmicos: Paquistão e Afeganistão. Em 2014, 85% dos casos mundiais de poliomielite ocorreram no Paquistão. Até 17 de junho, o Paquistão havia registrado uma redução de 70% nesses casos.

“Com o Rotary, alcançamos um grande progresso no ano passado”, disse Hamid Jafari, diretor de Erradicação Global da Pólio e Pesquisa da OMS, em seu discurso durante a Convenção do RI em São Paulo, Brasil. “Precisamos continuar trabalhando para eliminarmos a doença. Se o compromisso de erradicar a poliomielite continuar forte, em breve teremos um mundo livre da pólio.”

 

Fonte: http://rotarydistrito4651.org.br/4651/a-nigeria-esta-prestes-a-ser-declarada-livre-da-polio/

 

 

Agenda cultural